Páginas

24 de maio de 2015

Coisa de mulher

Hoje eu vou falar de unha. Acabo de perceber que fui crescendo e desevoluindo (essa palavra existe? Se não acabei de inventar!). Eu era um protótipo de garota vaidosa... Estava sempre de unha pintada, e com alguma maquiagem, porém, não sei o por que, mas isso foi deixando de acontecer, talvez por ter entrado na faculdade e estar trabalhando, não sei ao certo.... E hoje em especial, tive um dia livre e resolvi cuidar mais de mim, fazer essas coisa de mulher, afinal eu mereço e isso precisa ser minha prioridade agora. Então comecei pelas unhas! Como não tenho muita habilidade com as cores, escolhi algo mais discreto pra não errar! Um marronzinho básico, Camurça da Colorama. Melhor do que nada.. :p
Primeiro passo para a vaidade! Ebaaa!

23 de maio de 2015

Por que mentir é mais fácil que dizer a verdade?

Hoje eu vou falar de mentiras. Ô coisa pra me irritar é esse negócio de mentira. Detesto. Desde pequena sou rodeada de mentirosos... eles estão por todo lugar, é incrível. Sempre fui muito "protegida" por meus pais, eles sempre queriam me afastar do mundo real, talvez pra eu não ser frustrada futuramente.. Não deu muito certo não! Essa proteção toda me despertou uma curiosidade pelo mundo, eu queria saber como as coisas eram de verdade, fora daquele mundo criado pelos meus pais. Eu sabia que por trás daquela perfeição havia alguma coisa a mais. Foi ai que eu descobri que o que havia atras daquela cortina de proteção era algo podre. Nunca entendi por que as pessoas mentiam e mentem tanto. Eu particularmente prefiro sofrer com a verdade do que ser confortada com uma falsa verdade... Talvez seja por isso que tenho pouquíssimos amigos. Por que é tão difícil simplesmente dizer a verdade? Isso me parece uma doença, sei lá. Pelo que eu observo, parece ser um pouco de preguiça também, como se você dizendo a verdade fosse despertar no outro algum questionamento e você mentindo e dizendo aquilo que o outro quer escutar encurta a conversa e está tudo bem. Mas  não gente, não está tudo bem! Onde o mundo vai parar com tantas mentiras? É tanta mentira, que vejo muita gente viver uma vida que não é real, toda baseada em mentiras e ai eu me pergunto: O que essas pessoas tem de verdade? O que elas poderão passar de ensinamento para as futuras gerações? Nada! Simplesmente nada, pois viveram anos e nada era sólido, são pessoas completamente vazias. Um triste fim. Vamos parar de mentir tanto gente! A verdade tem que ser vivida e repassada, isso trás paz ao coração, alivia a mente. Não se iluda, mais dia menos dia as mentiras ficam cara a cara com a verdade e a máscara cai quer você queira ou não.

4 de maio de 2015

Sair da rotina

Detesto minha rotina... Aliás, detesto tudo que eu tenha que fazer varias vezes do mesmo jeito. Me sinto estagnada no tempo, andando em círculos. Hoje decidi fazer algo diferente. Não fui pra faculdade, vim pra casa, botei uma roupa legal, chamei uma pessoa legal e sai. Sai pra me sentir dona de mim. Sai pra provar pra mim mesma que eu não preciso fazer sempre a mesma coisa. Eu posso fazer o que eu quiser, assim eu queira. E foi maravilhoso. Todos deviam experimentar. Faz bem pra felicidade interna sair do ciclo diário, fazer algo diferente, se sentir viva e dona de si. A vida é dura depois dos 20, mas você não precisa deixar ela te dominar e te marcar com a rotina... Tem que andar na linha, mas isso não quer dizer que não possa dar uma fugidinha da rotina e ser feliz diferente.

3 de maio de 2015

Decidi mudar!

Sabe aquela mini angustia, aquela sensação que tem alguma coisa errada, que as coisas precisam mudar...? Pois é, estou sentindo isso. Não sei se é aquela famosa crise dos 20 (é, to ficando velha!), só sei que eu olho pra mim e não estou satisfeita com o rumo que as coisas estão tomando. Sinto que estou mal situada no mundo, como se eu não fizesse parte daqui, talvez essa fase devesse ter acontecido aos 13, mas não, ela resolveu aparecer agora... Justo agora. Quando eu era menor imaginava que ao chegar aos vinte já teria dominado o mundo, estaria rica, seria uma mulher bem sucedida e feliz... mas não foi nada disso.. não pra mim, até por que a vida não é tão fácil como parece quando a gente é pequena... ah se fosse... Devido a essas circunstâncias, aqui estou eu registrando o fim de um ciclo... ou melhor, um novo início, uma nova etapa da vida, uma nova rotina (dentro do possível). Um novo ser que renasce em busca do seu eu perdido. Decidi mudar. Não pra parecer melhor, pra me sentir melhor por dentro, no modo como encaro o mundo, me permitir ao novo, me desafiar.